[post extra] Happiness (Elliott Smith)

figure 8 cover

ainda sobre o disco do Elliott SmithFigure 8 -, vou dar uma destrinchada maior nessa música que diz tanta, tanta coisa. ela soma bem o sentimento agridoce desse disco e provoca aquela expressão confusa do choro e do sorriso. com vocês, Happiness.


[youtube https://www.youtube.com/watch?v=S2bRVGOweRw]

Activity’s killing the actor
And a cop’s standing out in the road
Turning traffic away
There was nothing she could do until after
When his body’d been buried below
Way back in the day

não estou certo se acho que essa estrofe fala sobre um suicídio ou sobre um acidente, mas é fato que o verso “o trabalho está matando o ator” mostra a figura de alguém que finge algo na vida e o quanto isso o afeta . além disso, os segundo e terceiro versos descrevem uma situação típica de suicídio/acidente, e os três seguintes deixam claro a morte de alguém, ocorrida já há algum tempo, e o quanto isso afetou uma possível amante.

Oh my, nothing else could’ve been done
He made his life a lie
So he might never have to know anyone
Made his life the lie you know

esses versos mostram o poder de mentir pra si mesmo. provavelmente o personagem mentia pra si mesmo que não amava alguém para que ele não precisasse ficar com ninguém. uma mentira tão convicta que se tornou sua vida.

I told him he shouldn’t upset her
And that he’d only be making it worse
Involving somebody else
But I knew that he’d never forget her
While her memory worked in reverse
To keep her safe from herself

vejo aqui a figura de um amigo, que aconselhou o morto a não incomodar a amada com sua obsessão, e o desrespeito dele pelo conselho. ele provavelmente a conheceu e se envolveu com ela, já que ela tenta, nos dois últimos versos, reverter suas memórias dele para não se machucar.

And oh my, nothing else could’ve been done
She made her life a lie
So she might never have to know anyone
Made her life the lie you know

agora é ela que vive a sina de mentir pra si mesmo como proteção, provocada pela morte do conhecido/amante.

What I used to be will pass away and then you’ll see
That all I want now is happiness for you and me (x4)

essas, pra mim, são as palavras que o morto gostaria de dizer para a mulher. algo como “tudo que fui pra você vai passar e você vai ser feliz de novo, é isso que te desejo”. a repetição pode ser só pra efeitos musicais, mas acho que significa algo mais.

penso que a repetição (em fade out) também tem a ver com o fato de que uma mentira pode se tornar verdade após várias repetições. talvez o morto não tenha certeza de que ela vai ficar bem, mas se a repetição desse desejo de conforto puder fazer com que ela continue sua vida, ele prefere que ela viva a ilusão de superação do que acompanhe ele em sua morte.


 

esses são meus pensamentos sobre essa música, e que puta música. essa parte final me deixa impressionado com a quantidade de coisas que são comunicadas, mas não ditas. essa é a marca de um ótimo escritor de letras, pra mim. bem, vou ficando por aqui. se tiverem mais teorias, mandem ver nos comentários. um abraço, e até mais! o/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s