Arquivo da categoria: Agenda

Hepcat – Right On Time (1997)

Right On Time

Right On Time – I Can’t Wait – Goodbye Secret – The secret – Pharoah’s Dreams – No Worries – Mama Used To Say – Rudies All Around – Tommy’s Song – Nigel – Together Someday – Baby Blues – Open Season… Is Closed

 

Nesse post quero apresentar a banda de ska Hepcat.

Mas antes, me deixem ajudar um outro post que fala sobre ska aqui no Garimpo.

O fato de achar que ska é qualquer música com palhetada pra cima que no seja reggae me incomoda muito por descontextualizar um estilo musical totalmente, sem saber de onde veio, por onde passou ou pra onde vai. Pretendo me aprofundar sobre isso apresentando o Hepcat.

Hepcat é uma banda de ska de terceira geração, ou third-wave, formada na California em 1993. É uma banda que contribuiu e contrbui bastante para disseminação da música jamaicana no mundo. Músicos muito bons, músicas que andam do ska ao dub passando por um pouco de música caribenha e jazz. Essa banda também se inclui no mesmo contexto do Slackers, e até bandas mais pesadas como Rancid e outras dos tempos áureos da gravadora Epitaph e seu subselo Hellcat. Continuar lendo Hepcat – Right On Time (1997)

The Ex – Turn (2004)

Hoje vou fazer um review de uma banda com um som meio indefinido. Alguns chamam de punk, post-punk, rock alternativo, etc. Mas nada disso faz sentido pra essa banda.

Disco 1
Listen to the Painters (04:13)
Prism Song (05:52)
Dog Tree (06:28)
Getatchew (05:05)
The Pie (08:47)
3:45 AM (05:26)
IP Man (08:27)

Disco 2
Theme from Konono (08:25)
Huriyet (05:12)
Sister (06:25)
Confusion Errorist (04:50)
The Idunno Law (05:11)
Henry K (05:00)
In The Event (07:43)

The Ex é uma banda da Holanda que leva os ideais e o engajamento do punk e do DIY desde 1979. Porém, o som e as letras, hoje em dia, não tem muito a ver com o punk de 1979, apesar de alguns discos levarem isso. Nenhuma referência que leve ao som dessa banda será menos obscuro. O que me faz gostar dessa banda é a experimentação e capacidade de fazer um som engajado sem vomitar palavras de ordem, independente e despreocupado.

Continuar lendo The Ex – Turn (2004)